quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Transamerica, o filme




Transamerica é um filme surpreendente sobre uma pessoa que quer mudar sua condição física de masculina para feminina, tornando corpo, alma e mente em sintonia (transtorno de identidade de gênero)*. O filme é surpreendente, no entanto, não por causa da transformação em si, mas por causa do modo como os relacionamentos se desenrolam na estória.
A relação entre Bree e Toby, por exemplo, inicia-se de um ponto onde ambos não se conhecem e têm que aprender a respeitar suas diferenças e comportamentos para conseguirem ficar juntos, a despeito das crenças e conceitos que têm sobre a vida. Bree não revela nada a ele sobre a conexão que têm no passado (Stanley, hoje Bree, é pai de Toby) ou sobre sua decisão de fazer uma cirurgia para mudar de sexo. Bree escolhe agir assim, porque não quer se envolver com o garoto.  Por outro lado, ela não consegue evitar de proteger Toby, do mesmo modo como uma mãe faria com o próprio filho.  Há uma cena interessante no filme - quando Bree está chorando ao telefone com sua terapeuta, dizendo que não foi feita para ser uma mãe -, pois o que ela demonstra é exatamente o contrário. Finalmente, Bree aprende como lidar com o comportamento de Toby e eles acabam se tornando amigos. Toby é um jovem impetuoso que não se sente desconfortável ao usar o próprio corpo em troca de dinheiro. Ele acaba aprendendo a respeitar a condição sexual de Bree e as diferenças entre eles ficam em segundo plano frente ao fato de Bree ter omitido que ambos eram na verdade pai e filho.
Outro relacionamento apresentado no filme diz respeito aos pais de Bree, que têm personalidades bem distintas. A mãe é uma mulher opressiva e dominadora que quer controlar a todos os membros da família e não aceita a transformação de Stanley de jeito nenhum. Fica implícito na estória que ela é, de algum modo, responsável pelo modo com Bree se sente a respeito de si mesma e sua sexualidade. O pai é um homem submisso e pacífico que não parece ter voz para qualquer decisão importante naquela família. Assim, quando Toby aparece como o neto deles, acaba a caminho de ser mimado e controlado por sua avó, uma vez que ela tenta realizar nele o que ela não conseguiu realizar com seu filho Stanley. Ainda assim, ela percebe a importância de respeitar a decisão de Bree. Seu instinto materno fala mais alto e ela acaba ajudando Bree dando a ela o dinheiro necessário para que a cirurgia possa ser feita a tempo.
O filme mostra que um verdadeiro relacionamento é possível quando as pessoas superam suas diferenças e reconhecem que todos têm o direito de serem respeitados e devem respeitar uns aos outros do mesmo modo.



*Transtorno de identidade de gênero: condição complexa em que uma pessoa acredita que de algum modo nasceu no corpo errado e muitas vezes prefere viver como um membro do sexo oposto.


Translation in English

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails